Observação Universal

"Quando alguém pergunta pro autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro." [Mário Quintana]

quinta-feira

F-É-R-I-A-S!



Que gosto tem as férias?
Os dias de folga?
Daquele tempo dedicado a não fazer NADA?
Tem gosto de liberdade, e a forma de domínio, do tempo... quando nos tornamos donos de nosso dono
O Tempo [...]
Não tem valor, mas é negociável... A todo tempo o disponibilizamos: seja por dinheiro ou pelos outros (pela manutenção da vida em sociedade)... Às vezes desperdiçamos tempo de mais, ou simplesmente o deixamos passar e só tempos depois percebemos o quanto ele era valioso, e não volta mais...
Ahh a vida e seus tempos, tempos de ser criança, de tudo ser devagar e bem apreciável... Um caminhar, um olhar, um sorriso... TempoS de ser bobo e querer que o tempo passe rápido de mais... tem o tempo de não querer que ele passe, que ele congelasse na imagem jovial, com uma responsabilidade tão somente sua, tão somente sobre você... depois, vem o Tempo em que as coisas passam tão depressa, a responsabilidade e o caos devoram a lentidão,e quando vemos, sem mais nem menos e sem avisar vem a Velhice, o cansasso e as histórias para contar, e voltamos a valorizar toda a vida ampliada em um espaço de tempo... Esse espaço infinito de apreciar!
Então, eu volto a indagar...

Qual o valor das férias? Do descanso? Do sossego?
O valor da vida, repartida em instantes!

BOAS FÉRIAS!!!

[Pseudo Auto-Ajuda vai bem, blaah]

Um comentário:

Fernando Pimenta disse...

Mas às vezes, só às vezes, é divertido pegar um trabalho do próprio interesse durante as férias.

Pode ser divertido, e é ótimo pegar ônibus e vagões de metrô cheios de lugares pra sentar, tranquilos, e a cidade bem menos caótica.

Para mim férias será sempre sinônimo de viagens - viagens para ver aquele ramo distante da família em outro Estado, viagem para conhecer um nicho no meio do mato, do mar e de praias limpas.

Ficar em casa não compensa... já ficamos nela o restante do ano.